Proteção anti plágio

25 de ago de 2011

Exageradamente Sentimental

Dedico esta poesia à uma pessoa que foi a primeira a ler esta. Gabs, esta é pra ti.


Exageradamente sentimental



Você vem sempre aqui no mesmo horário
Me faz ficar com uma cara de otário
O bom senso se esconde no armário
Sentimentos que vem como um raio


Nunca consigo me escapar
Você sempre faz eu me declarar
E sempre que tento te negar
Você consegue me manipular


E eu fico aqui parado declarando
Amores por pessoas mil
E depois eu fco só pensando
Eu sou o idiota que não resistiu


Você vem sempre no mesmo momento
Me impulsiona a um sentimento anormal
Posso não vencer mas eu tento
Exageradamente sentimental


contato: cancerianopoeta@gmail.com ou victoriturriet@gmail.com

13 de jun de 2011

Solidão - poesia de desabafo, explosão sentimental

To irritado, e vo desestressar aqui. Não quero ofender ninguém e ja peço desculpa caso aconteça, mas, enfim.

Solidão

Eu não sei explicar
O que acontece comigo agora
Parece que vai acabar
Toda vida que há la fora

Um poço de raiva ambulante
Aqui dentro uma bomba
Parece fazer um tic tac irritante

Tudo faz eu querer silencio
Mas o silencio que tenho no quarto
Me deixa mais e mais irritado
Fico, a cada momento, mais frio


Os olhos latejantes
Parece que vão estourar
O olhar flamejante
Parece que  quero matar


A vontade que tenho é de bater a porta
Grita e chutar pois nada me conforta
Pior ainda é ver que não há motivos
Para os meus próximos saírem feridos


Mas eu não consigo controlar
E essa raiva também parece tristeza
Espero não acabar por afujentar
Àquele que para mim o bem deseja


Se continuar assim
Confuso e descontrolado
Vou acabar, por fim
Apenas mais um odiado

27 de mai de 2011

Mais uma explicação para a criação da versão em ingles do CP - another explanation for the creation of the English version.

mais uma explicação para a criação da versão em inglês.

Ontem resolvemos criar a versão em inglês do CP, é idêntica ao original, entretanto, com as poesias em ingles.

Haviamos postado uma notícia sobre isso, no entanto, não explicamos o principal motivo, e hoje me perguntaram: "porque criastes um blog em inglês se existe a ferramenta de tradução?". Pelo simples fato de que esta ferramenta de tradução mudou, em parte, o sentido de algumas poesias.

Enfim, esse post foi apenas para isso. 



Yesterday we decided to create the English version of the CP, is identical to the original, however, with the poems in English.

We had posted a news about it, however, we does not explained the main reason, and today I was asked: "Why you have created a blog in English if exists a translation tool?". For the simple fact that this translation tool has changed the sense of some poems.

Anyway, this post was just for that.



26 de mai de 2011

Now the Canceriano Poeta has an English version! - Agora o CP tem uma versão em inglês

http://cancerianopoeta-english.blogspot.com/



Para aqueles que falam português, um abraço e beijo do cancer


Cibelinha

Poeminha que acabei de escrever ( 00:32 26/05/11 ) para uma amiga muito especial, uma amiga que passei momentos um tanto quanto unicos, enfim, não dá pra descrever, nem a poesia serve para isso, só dá pra sentir...


Cibelinha

pequena cibelinha
cibelinha lindinha
lindinha maninha

te amo como amiga
como irmã te amo
você está na minha vida
faz mais de um ano

é complicado escrever em versinhos
sinto saudade de nossos momentinhos

sinto você se afastando de mim
não quero deixar isso acontecer
o que está pensando de mim?
sua amizade não quero perder

confortantes abraços
um ombro para chorar
após os desabafos
não sei o que faço
para a ti recuperar

31 de mar de 2011

Pedido de desculpas

Pessoal, vim aqui pedir desculpas por todo esse tempo sem postar, meus motivos são os seguintes:

Meu PC deu pau e agora estou usando o note da mãe, sendo assim, fica difícil entrar na internet e transcrever as poesias.
O CP ainda está sem equipe, temos apenas dois poetas( eu e o Roger )e um programador visual( um dos autores do blog Ossos Graúdos ).
Sem falar que a semana de provas está chegando.


É isso gente, muito obrigado pela compreensão dos que me entenderam, quem não entendeu pergunte que eu desenho pra explicar outra vez

16 de mar de 2011

Amor sem fim / apresentação do novo membro da equipe

Ae pessoal, finalmente consegui alguém para participar da equipe, a poesia a seguie é de autoria dele( sim, ele não tem conta no blogger ). Em todo caso, um brinde ao mais novo aturo do CP: Roger Aires Castañeras

Amor sem fim

Eu sonhei e esperei por seu amor
E o meu coração se acostumou
A sonhar com você
E de repente eu te encontrei

Eu vi no seu olhar
A paixão que eu sonhei pra mim

Quando te vi acreditei
Que o amor não era só um sonho meu
Eu acordei
E o mundo inteiro acendeu

Não para de brilhar
Eu encontrei meu grande amor 
Pode chover o céu cair
Que nada vai tirar
O que eu guardei dentro de mim

É só pensar em você
No amor que guia os nossos corações
Se o mundo te esconder
Por traz de muros e prisões
Te encontrarei meu grande amor

Só os tolos podem pensar
Que o amor se deixa enganar
Nada poderá mudar os rumos dele
Foi ele quem nos escolheu
não foi você, nem eu

Meu grande amor
Aconteceu, Estava escrito assim
Eu em você, você em mim.

9 de mar de 2011

Por você - comemorativo e com dedicatória

Gente, estou muito feliz, hoje fui dar uma olhada nas estatísticas e poxa, estamos sendo divulgados nos Estados Unidos e na Hungria( são poucas visitar mas mesmo assim ). Agradeço desde já ao Prof. Laerte Pedroso e à Ana Rita Pfuller que contribuíram para a divulgação do blog, obrigado de coração. Maas vamos direto ao assunto.


Essa poesia foi escrita há algumas semanas, eu estava apaixonado pela musa inspiradora da mesma, e amanhã, dia 10/03, é o aniversário dela, como prometido, escrevi uma poesia em homenagem a ti Pietra Nardi.

Por você

"Sem palavras" é a definição
É difícil escrever quando
Muito grande é a emoção.

Estou sem você aqui
E me machuca muiito saber
Que talvez nunca poderei satisfazer
a carência que bate dentro de ti

Mas que venha a distãncia
Que venha a falta de dinheiro

Não serão algumas milhas
Não serão algumas notas
Que me farão desistir
De um dia te encontrar

O dia que a tiver os meu braços
Não será como outro qualquer
Esse vai ser o dia que os segundos
Farão todo dia meu amor reacender.


Por você, contra tudo, eu me disponho a lutar...

5 de mar de 2011

Só mais um poema de amor

Pessoal, peço ajuda, e rápido, divulguem o blog para amigos e principalmente para outros poetas, está complicado postar com frequencia, portanto, vou passar a postar 2 vezes  por semana. 
Por favor, divulguem. 

tá aí o link para twitter

http://twixar.com/fASSI 


Só mais um poema de amor

"Demorei muito pra te encontrar
Agora eu quero só você
Teu jeito todo especial de ser
Eu fico louco com você.

Te abraço e sinto coisas
Que eu não sei dizer
Só sinto com você"

Me libertando do meu orgulho
Soltando as rédeas do subconsciente
No meu íntimo mais profundo eu mergulho
Buscando descrição pra essa paixão adolescente

Com todos dizendo que é impossível
Descrever esse sentimento que causa uma aflição,
um desejo e uma ansiedade muito visível

Eu apenas estou me tranquilizando
Acabando com a ansiedade que me afetava
Embora ela esteja aumentando

Eu não sei o que fazer, tentei escrever um soneto ajeitadinho, mas não é isso que eu sei fazer, só quero dizer que eu não sei como, não sei porque, só sei que tu simplesmente é tudo que eu procurava, palavras repitidas mas eu preciso expressar esses sentimentos de alguma forma se não eu acabo me contendo e fico me sentindo mal.

te amo


Não direi pra quem é essa poesia meio texto, mas creio que essa pessoa sabe que estou falando dela.

3 de mar de 2011

SEM TÍTULO, POR ENQUANTO

Opa pessoal, desculpa estar postando tão tarde a poesia de hoje, mas tive um dia muito cheio.

Esta poesia está com problema de título, quem tiver uma proposta, por favor, me mande por comentário, por msn, orkut, tanto faz, mas mande, também. Ficará na decisão do vencdedor, se a poesia será dedicada a alguém ou não.
 
SEM TÍTULO, POR ENQUANTO

vou lá, sonhar contigo.
e amanhã o farei de novo
pois quero te ter de novo

quero poder te beijar
quero poder te morder
quero poder te abraçar
quero poder fazer tudo isso outra vez

olhar pra ti e dizer te amo
olhar pra ti e ver um sorriso
olhar pra ti e receber um te amo
olhar pra vida e ver você comigo

enquanto não posso na realidade
faço isso nos sonhos
é chato enfrentar essa verdade

eu não quero que sinta-se
culpada pela minha situação
mas sabe que podes muda-la
apenas precisa abrir o coração

seja sincera consigo mesma
por favor não me esconda nada
não faça mal a si mesma
não tenha medo de nada

mais uma noite.
mais um sonho contigo.
mais um dia que penso.
que um dia estarei contigo.

eu não lhe farei mal
eu não lhe esconderei os meus segredo
eu lhe amarei
eu lhe lhe ajudarei com qualquer enredo.

1 de mar de 2011

Desabafo

Eu sou meu sonho, e meu sonho é:

Chamar aquela pessoa especial, e fugir do mundo, fugir desses problemas que o sistema põe em cima da gente
Por mim eu explodia esse planeta por mim mesmo, o planeta não,
mas acabava com toda raça humana.
já não aturo mais a quantidade de bosta que fazemos:



Nos alimentamos apenas porque achamos gostoso, nutrição morreu

Somos extremamente precoces, em relação a namoro e coisas do tipo, agora entendo porque antigamente tinha tanta restrição de idades

Seguimos religiões sem fundamento
Somos totalmente sem fundamento

Agimos como robôs todos os dias: acorda, aula, casa, almoço, computador, temas, TV, dormir, acorda, aula, casa, almoço, sair...

SENTIMOS PRAZER EM FAZER O MAL AOS OUTROS, rimos da desgraça, julgamos as pessoas pela aparencia, valorizamos alguem pelo rostinho e pelo corpo, por mais idiota, e fútil que o ser seja.

Ouvimos musicas mal feitas, ou ouvimos apenas porque ta na moda, ou porque está na rádio.
IDOLATRAMOS E DIZEMOS AMAR PESSOAS QUE NEM AO MENOS CONHECEMOS

Fazemos coisas ignorando todas as consequencias que isso pode ter para o meio ambiente, para os animais, para as outras pessoas.

Sinceramente, já não é a primeira vez que a morte me parece a melhor solução, mas não tenho coragem, além do fato de que sinto que minha missão aqui não está cumprida, sinto que todas essas minhas ideias devem ser expostas, e que o mundo ainda tem volta...

28 de fev de 2011

Adolescência vazia



Eaí pessoal. Rá, aprendi a programar as postagens, agora vou deixar várias coisas na lista, temos poesia pra quase 1 mês.
Mesmo assim, peço que divulguem o blog, divulguem que estou recrutando compositores pra equipe e tudo mais, obrigado e agora vou falar sobre a poesia;   
Mais uma vez estou mostrando meu lado ideológico para vocês. Essa não precisa nem explicação.

Adolescência vazia 

e a atitude?
e o questionamento?
e a inquietude?
e o não aceitamento?

onde estão as principais
características dos adolescentes
a revolta é só contra os pais?
ou inclui apenas os crentes?

depois de the beatles
depois de nirvana
depois de ramones
a revolta que emana

foi susbtituída
pela simples aceitação
do que a mídia possuída
diz ser coisa de fodão

antes era sexo, drogas e rock n' roll
hoje é punheta, smirnoff e melação
cadê a música crítica dos tempos do vô?
cadê a adolescência que buscava revolução?

me agoniza ver que em nossos dias
ninguém mais têm conflito de idéias
e não por ter certeza das idéias
sim por ter idéias vazias

e a vontade de mudar?
e o desejo que melhorar?
e a vontade de lutar?
e o objetivo de revolucionar?

27 de fev de 2011

Raiva Amaldiçoada, escrita em 07/02/2011



 Oi pessoas, espero que estejam curtindo, caso não estejam por favor me digam o que há de ruim, e se estiverem, não esqueçam de seguir para sempre receber nossas atualizações e tudo mais.
A poesia a seguir é o resultado de passar de virada e ainda não ter um dia muito agradável


Raiva amaldiçoada


algo me mantem acordado
algo está me deixando irritado
será que passarei mais uma noite em claro?

parece que tudo me enraivece
mesmo que eu não queira
subitamente meu humor desce


olhos vermelhos e inchados
dentes meio cerrados
um olhar amaldiçoado
e afinal, quem está errado?

não me diga o que fazer
deixe-me agir por mim mesmo
tampouco diga como fazer
quero agir, errar e aprender eu mesmo.

mais um gole, mais uma dose
sigo a olhar para a maldita tela
vontade de xingar tudo que se pode

não faço idéia de qual seria
a solução pra isso tudo
tampuco sei como seria
se não existisse esse furo

Notícias 27/02/2011



Bem pessoal, estou eu aqui mais uma vez pra dar 3 notícias:

1-pretendo postar dia-sim-dia-não uma nova poesia, ou qualquer outra coisa que seja interessante

2-gostaria de receber sugestões, críticas ou algo do tipo.

3-o blog está aberto para pessoas que queiram participar da equipe e postar aqui também. Para isso basta me mandar algumas de suas poesias, até mesmo se tu fores iniciante, contato pelo MSN: victoriturriet@hotmail.com e Orkut: victoriturriet@gmail.com 

detalhe: em breve pretendo estabelecer um padrão para as postagens 

detalhe 2: aqui você terá seus direitos autorais, poesias minhas, são poesias minhas, poesias suas, são poesias suas.


Detalhe 3: Músicos também são bem-vindos, sendo musicas com conteúdo, bem, em todo caso, já sabem como fazer contato.

NÃO ESQUEÇAM DE DAR SUA OPINIÃO SOBRE AS POESIAS, E, CLARO, SEGUIR O BLOG

26 de fev de 2011

Contraditório



Eai pessoas que eu amo muito( ou não ).
Espero que tenham gostado dos outros dois poemas, por favor, adoro receber opiniões, pode ser por aqui ou por msn, tanto faz.
-
A poesia a seguir eu estava por escrever há tempos, maas me faltava inspiração…
-
                                Contraditório
-
Minha inspiração agora
É estar sem ela
Pode soar até ironia
“Poetar” sobre a falta de idéias
-
É uma sensação de inutilidade
Por não conseguir escrever
Mas também de utilidade
“Algo que ninguém fez, estou a fazer”
-
Até parece engraçado
Dobrar uma folha na mão
Enquanto temo que pareça forçado
Escrever sem ter nenhuma emoção

-
Qaundo pensei nisso
Achei até meio loucura
Escrever sobre o sumisso
Da inspiração, que me dá desenvoltura…

Calmante não ingerível



Opa, tudo bem? Provavelmente vou postar com frrequencia, no início, pra ter conteudo no blog.
Agora vocês conhecerão( se lerem, é claro )o meu lado ideológico. hehe
Escrevi essa sentano no jardim do colégio.
-
                         Calmante não-ingerível
-
Caderno de poeta
Livro de poesia
Uma página aberta
Para a palavra que fluía
-
Escrever aleatoriedades
Um dicionário na ponta do grafite
Falar sobre insanidade?
Calmo demais para falar de chilique.
-
Uma brisa agradável
E esse sol insuportável
Me vou para a sombra
Desfrutar da calma que assombra
-
O barulho das folhas batendo
As vozes de pessoas conversando
O cheiro da comida aquecendo
e eu sigo aqui, com a natureza me tranquilizando
-
Não há nada a me incomodar
Ninguém a me chamar
Nenhum para desequilibrar
A sintonia que está a se formar
PS: eu não fumo nada

Contra o Tempo



Oiii pessoas que se prestaram pra ler este Blog de inutilidades poesias.
Meu nome é Victor, 12/07/1995, sou canceriano com ascendente em sagitário e lua em áries( isso pela astrologia antiga ), usarei este espaço principalmente para postar minhas poesias, mas também postarei outras coisas, e coisas que eu achar interessante.
Pra iniciar bem essa merda aqui, colocarei minha mais recente poesia.
                                               

                               Contra o tempo
-
Olho suas fotos e lembro
De que talvez não dê tempo
De passar um mágico momento
Como dói,o aperto no meu peito
-
Só um pouco mais de paciência
Poderia resolver
Essa interna divergência
Que, agora, nos faz sofrer
-
Carência, angústia, ansiedade
Juntas em uma só
Talvez isso seja da idade
Sorte que, adolescência, é uma só
-
Sentimento confuso
Não distingo a intensidade
Mas sei que é profundo
Mal sei o que fazer
Meu pensamento não sai da realidade
Em breve posso te perder
Quase ninguém entende, o tamanho da gravidade
-
Idéias vêm e vão
Mas nada se ajeitará
Se meu coração
Eu não acalmar
-
Estou aqui a mandar depoimentos apaixonados
Embora isso não faça nada mudar
É minha última tentativa de te convencer
A não me deixar de lado
-
Te amo, é a única coisa
Que consigo pensar
Não vá dessa forma,
é o que me faz chorar
-
Eu sei, nada vai se modificar
Mas tenho que desengasgar
Te perder assim é difícil de aceitar
E nada vai fazer isso mudar
-
Estou ficando sem palavras
Está difícil de expressar
O quanto quero te abraçar
Te sentir, te ver, enfim, te amar…

-

-
tá, essa coisa ficou enorme, mas mesmo assim, se lestes até aqui, não custa deixcar um comentário, uma dica, crítica, opinião, qualquer coisa