Proteção anti plágio

3 de mar de 2011

SEM TÍTULO, POR ENQUANTO

Opa pessoal, desculpa estar postando tão tarde a poesia de hoje, mas tive um dia muito cheio.

Esta poesia está com problema de título, quem tiver uma proposta, por favor, me mande por comentário, por msn, orkut, tanto faz, mas mande, também. Ficará na decisão do vencdedor, se a poesia será dedicada a alguém ou não.
 
SEM TÍTULO, POR ENQUANTO

vou lá, sonhar contigo.
e amanhã o farei de novo
pois quero te ter de novo

quero poder te beijar
quero poder te morder
quero poder te abraçar
quero poder fazer tudo isso outra vez

olhar pra ti e dizer te amo
olhar pra ti e ver um sorriso
olhar pra ti e receber um te amo
olhar pra vida e ver você comigo

enquanto não posso na realidade
faço isso nos sonhos
é chato enfrentar essa verdade

eu não quero que sinta-se
culpada pela minha situação
mas sabe que podes muda-la
apenas precisa abrir o coração

seja sincera consigo mesma
por favor não me esconda nada
não faça mal a si mesma
não tenha medo de nada

mais uma noite.
mais um sonho contigo.
mais um dia que penso.
que um dia estarei contigo.

eu não lhe farei mal
eu não lhe esconderei os meus segredo
eu lhe amarei
eu lhe lhe ajudarei com qualquer enredo.