Proteção anti plágio

25 de ago de 2011

Exageradamente Sentimental

Dedico esta poesia à uma pessoa que foi a primeira a ler esta. Gabs, esta é pra ti.


Exageradamente sentimental



Você vem sempre aqui no mesmo horário
Me faz ficar com uma cara de otário
O bom senso se esconde no armário
Sentimentos que vem como um raio


Nunca consigo me escapar
Você sempre faz eu me declarar
E sempre que tento te negar
Você consegue me manipular


E eu fico aqui parado declarando
Amores por pessoas mil
E depois eu fco só pensando
Eu sou o idiota que não resistiu


Você vem sempre no mesmo momento
Me impulsiona a um sentimento anormal
Posso não vencer mas eu tento
Exageradamente sentimental


contato: cancerianopoeta@gmail.com ou victoriturriet@gmail.com

13 de jun de 2011

Solidão - poesia de desabafo, explosão sentimental

To irritado, e vo desestressar aqui. Não quero ofender ninguém e ja peço desculpa caso aconteça, mas, enfim.

Solidão

Eu não sei explicar
O que acontece comigo agora
Parece que vai acabar
Toda vida que há la fora

Um poço de raiva ambulante
Aqui dentro uma bomba
Parece fazer um tic tac irritante

Tudo faz eu querer silencio
Mas o silencio que tenho no quarto
Me deixa mais e mais irritado
Fico, a cada momento, mais frio


Os olhos latejantes
Parece que vão estourar
O olhar flamejante
Parece que  quero matar


A vontade que tenho é de bater a porta
Grita e chutar pois nada me conforta
Pior ainda é ver que não há motivos
Para os meus próximos saírem feridos


Mas eu não consigo controlar
E essa raiva também parece tristeza
Espero não acabar por afujentar
Àquele que para mim o bem deseja


Se continuar assim
Confuso e descontrolado
Vou acabar, por fim
Apenas mais um odiado

27 de mai de 2011

Mais uma explicação para a criação da versão em ingles do CP - another explanation for the creation of the English version.

mais uma explicação para a criação da versão em inglês.

Ontem resolvemos criar a versão em inglês do CP, é idêntica ao original, entretanto, com as poesias em ingles.

Haviamos postado uma notícia sobre isso, no entanto, não explicamos o principal motivo, e hoje me perguntaram: "porque criastes um blog em inglês se existe a ferramenta de tradução?". Pelo simples fato de que esta ferramenta de tradução mudou, em parte, o sentido de algumas poesias.

Enfim, esse post foi apenas para isso. 



Yesterday we decided to create the English version of the CP, is identical to the original, however, with the poems in English.

We had posted a news about it, however, we does not explained the main reason, and today I was asked: "Why you have created a blog in English if exists a translation tool?". For the simple fact that this translation tool has changed the sense of some poems.

Anyway, this post was just for that.



26 de mai de 2011

Now the Canceriano Poeta has an English version! - Agora o CP tem uma versão em inglês

http://cancerianopoeta-english.blogspot.com/



Para aqueles que falam português, um abraço e beijo do cancer


Cibelinha

Poeminha que acabei de escrever ( 00:32 26/05/11 ) para uma amiga muito especial, uma amiga que passei momentos um tanto quanto unicos, enfim, não dá pra descrever, nem a poesia serve para isso, só dá pra sentir...


Cibelinha

pequena cibelinha
cibelinha lindinha
lindinha maninha

te amo como amiga
como irmã te amo
você está na minha vida
faz mais de um ano

é complicado escrever em versinhos
sinto saudade de nossos momentinhos

sinto você se afastando de mim
não quero deixar isso acontecer
o que está pensando de mim?
sua amizade não quero perder

confortantes abraços
um ombro para chorar
após os desabafos
não sei o que faço
para a ti recuperar